Home » Notícias » Agora é crime: vitória LGBT ganha Por 8 votos a 3, STF aprova a criminalização da LGBTfobia

Agora é crime: vitória LGBT ganha Por 8 votos a 3, STF aprova a criminalização da LGBTfobia

Por 8 votos a 3, STF aprova a criminalização da LGBTfobia Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli foram os únicos ministros a votar contra a criminalização, Por 8 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou na noite desta quinta-feira (13) utilizar a legislação de crimes de racismo para punir práticas de homofobia e transfobia. A regra, no entanto, é provisória. O Congresso Nacional ainda deve criar leis específicas sobre o tema.

Votaram por criminalizar a homofobia:

Cármen Lúcia

Celso de Mello

Luis Edson Fachin

Luís Roberto Barroso

Alexandre de Moraes

Rosa Weber

Luiz Fux

Gilmar Mendes

 

Votaram contra:

Ricardo Lewandowski

Marco Aurélio Mello

Dias Toffoli


Sobrinho Sobrinho

Deixe um comentário